Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

Lista de livros Vestibular 2019 - FUVEST

Imagem
A FUVEST tem alterado e divulgado a lista de livros obrigatórios para o vestibular a cada três anos. Segundo a lista divulgada em 2017, para quem fará a prova em 2019 os livros exigidos serão: 

Iracema - José de Alencar;Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis;O Cortiço - Aluísio Azevedo;A Relíquia - Eça de Queirós;Minha Vida de Menina - Helena Morley;Vidas Secas - Graciliano Ramos;Claro Enigma - Carlos Drummond de Andrade;Sagarana - João Guimarães Rosa e, Mayombe - Pepetela.  A Mais Livros procura manter os livros exigidos no acervo, mas como a procura é grande, eles entram e saem com frequência, por isso se você olhou e não achou, tente de novo. Fazemos reserva por uma semana e atendemos a pedidos diretos por e-mail. 


Lista de livros lidos em 2017

Imagem
Apesar de todo mundo achar que dona de sebo é a pessoa que mais lê no mundo, meu 2017 não foi dos melhores. Meu recorde são 17 livros/ano, mas fiquei nos 10... Posso usar a desculpinha que um deles tinha mais de 800 páginas!? 😅

1. O Assassinato de Roger Ackroyd - Agatha Christie;


2. A Garota no Trem - Paula Hawkins;


3. Razão para Matar - Black Pierce;


4. Os 100 Melhores Contos de Crime e Mistério da Literatura Universal - Flávio Moreira da Costa;


5. Romance Negro e Outras Histórias - Rubem Fonseca;


6. Jogos Vorazes - Suzanne Collins;


7. Como eu era antes de você - Jojo Moyes;


8. Terapia - Coleção Plenos Pecados - Avareza - Ariel Dorfman;


9. Em Chamas - Jogos Vorazes - Suzanne Collins e,


10. Uma Relação Perigosa - Carole Seymon-Jones.


Destaque para A Garota no Trem e Os 100 melhores contos que me deixaram fascinada. A biografia da relação entre Sartre e Beauvoir de Carole Seymon-Jones foi incrível, me fez ter uma nova visão da história e dos intelectuais. E, por fim, estou ainda tenta…

Market Day Mais Livros

Imagem
O acervo físico da Mais Livros fica em Paulínia, cidade do interior de São Paulo famosa pela alta renda per capita, pelo petróleo e pelo cinema e por não ter nenhum sebo ou livraria.  Quando comecei a trabalhar com livros a ideia era ser apenas uma loja virtual, mas com a falta deste tipo de estabelecimento por aqui, comecei a receber muitos contatos de clientes e leitores pedindo para que fizesse também o atendimento físico.  Abrir comercialmente todos os dias tem muitas implicações legais, maiores gastos, organização do meu tempo e dos planos de vida. Espero um dia poder, mas no momento é um passo grande demais para o sebo. Tudo ao seu tempo.  A alternativa que encontrei foi fazer periodicamente, conforme a procura, dias de acervo aberto para os clientes da região. E deu muito certo!  Então se você quiser vir conhecer o acervo, nossa linha de produtos para leitores e passar uns minutinhos agradáveis aqui comigo, é só aparecer às quarta-feiras, das 14 às 19h.  As compras podem ser f…